• Tudo Holanda

Crime na Holanda, parte 6: um jornalista morto.

Na Holanda três jornalistas ficaram famosos por seus relatórios sobre crimes.

Peter R de Vries(foto 2) trabalhava para um jornal e ficou famoso com o sequestro de Heineken. Ele cobriu inúmeros assassinatos e outros crimes desde então, muitas vezes trazendo novas informações essenciais. John van den Heuvel (foto 3) era um detetive antes de se tornar jornalista. Recentemente, ele recebeu proteção especial porque sérias ameaças à sua vida.

O número três é, ou melhor, foi Martin Kok (foto 1). Kok começou a vender cocaína em Volendam, foi condenado por homicídio culposo após uma briga em um bar e foi preso. Após sua libertação, ele atirou e matou um homem. Ele voltou para a prisão, mas de sua cela conseguiu iniciar o serviço de “cafetão”. Ele também criou um blog: Vlinderscrime.nl. Kok teve muitos contatos e escreveu sobre crimes e criminosos abertamente, publicando nomes e detalhes sobre crimes. É claro que alguns criminosos não aprovaram: várias tentativas foram feitas contra a vida de Kok e, em 8 de dezembro de 2016, Kok foi morto a tiros fora do prostibulo Boccaccio, na cidade de Laren, a meia hora de Amsterdam. O crime não foi resolvido, mas nesta semana foram encontradas novas informações: Kok pode ter sido morto por pistoleiros escoceses, trabalhando para o criminoso mais procurado da Holanda: Ridouan Taghi.

#crimenaholanda #jornalistamortonaholanda #martinkok #holanda #kok #tudoholanda

5 visualizações
 

©2020 by Tudo Holanda. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now